4 Principios da Agricultura Biológica

agricultura biológica tem vindo a afirmar-se como a forma mais saudável de produzir alimentos, privilegiando a saúde e o bem-estar. Nesse sentido, este tipo de agricultura não recorre a pesticidas ou aditivos e procura trazer-lhe os alimentos mais frescos, saborosos e autênticos.

Por outro lado, também se destaca como o modo de produção que mais respeita o ecossistema e a biodiversidade. Baseado numa série de princípios e práticas distintas, a agricultura biológica procura reduzir o impacto humano sobre o ambiente e assegurar que o sistema agrícola funcione de forma mais natural possível.

Do mesmo modo, na produção de azeite extra virgem biológico Acushla, não se utilizam adubos nem pesticidas, sendo totalmente interdito o contacto com qualquer substância química durante todo o processo.

O crescimento dos olivais é feito no respeito absoluto pelos trâmites definidos pelo modo de produção biológica, previstos pela legislação europeia e americana do sector. Esta produção obriga a diversos procedimentos, mais morosos e dispendiosos, designadamente à manutenção do fundo de fertilização dos solos e ao respeito por princípios fitossanitários e de fertilização.

Na Quinta do Prado, onde é produzido o azeite extra virgem biológico Acushla, privilegia-se uma grande diversidade de espécies animais, tais como a joaninha e o crisopídeo, que ocupam o importante cargo de insectos auxiliares. Estas espécies, assim como o sapo e o pardal trigueiro, constituem um recurso natural gratuito, com grande eficiência no controlo de pragas. A valorização destes animais é, de resto, uma das grandes preocupações que no seguimento de um processo de agricultura convencional, estariam em risco.

agricultura biológica agricultura biológicaFoto1: Joaninha                                      Foto2: Ninho de pardal trigueiro

4 Principios da Agricultura Biológica

Segundo a IFOAM – Federação Internacional dos Movimentos de Agricultura Biológica, são 4 os princípios fundamentais da Agricultura Biológica:

Saúde – desde a produção até ao consumo, passando pela transformação e distribuição, o papel da Agricultura Biológica é produzir alimentos nutritivos e de alta qualidade, que fomentem a saúde e o bem-estar.

Ecologia – em respeito pelo meio ambiente e sua diversidade a Agricultura Biológica define sistemas agrícolas que incluem a criação de habitats e a manutenção da diversidade genética e agrícola. 

Justiça – o objectivo de contribuir para a soberania alimentar e para a eliminação da pobreza, o respeito pela qualidade de vida de todos os intervenientes, partindo dos agricultores e mão-de-obra agrícola, até ao consumidor final, e uma atitude respeitadora para com os outros seres vivos e os recursos naturais, são princípios que norteiam a Agricultura Biológica.

Precaução – a precaução, a transparência e a responsabilidade são as principais preocupações na seleção e no desenvolvimento de métodos e tecnologias aplicáveis em Agricultura Biológica.

Para além do extenso olival, a Quinta do Prado tem edifícios em ruína, que serão recuperados tendo em vista a sua utilização como eco-turismo rural. Partilhando da aposta do País nas energias renováveis, é também nossa intenção a breve prazo tornar a produção da quinta completamente independente em termos energéticos, apostando nas energias solar e eólica.

O projecto Acushla é um projecto de paixão. Paixão pelo azeite, pelo ambiente e pela excelência.

 

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta