Mito ou realidade? O que deve saber sobre o azeite.

Amado por milhões, o azeite faz parte do património mundial desde a Era Terciária, bem antes do aparecimento do Homem. Deixamos-lhe uma lista com alguns mitos sobre o azeite que deve descobrir para que possa usar o “ouro líquido” da melhor forma possível.

evoo

 

– O azeite engorda. Falso
Apesar de ser uma gordura, vários estudos revelam que a ingestão diária de azeite ajudar a queimar as calorias na zona abdominal. Mas não é tudo: ajuda a reduzir a sensação de fome e, consequentemente, a comer menos. O azeite serve, ainda, para manter a pele jovem e para fortalecer os músculos.

– O azeite não deve ser usado para fritar alimentos. Falso
O azeite pode (e deve) ser usado na preparação dos alimentos. E não se preocupe: suporta bem temperaturas elevadas (até aos 220ºC). Portanto, é o ideal para todos os tipos de pratos e o substituto ideal dos óleos e outros condimentos que nao trazem qualquer tipo de vantagens aos seus pratos e ao seu organismo.

– O azeite pode aliviar estados inflamatórios. Verdadeiro
Estudos comprovam que o chamado “ouro líquido” alivia os sintomes de azia, indigestão e pode mesmo ajudar a sarar úlceras. Serve , ainda, para combater as constipações – de manhã, tome 1 colher de chá de azeite misturado com sumo de limão de estômago vazio – São inúmeras as vantagens da introdução do azeite na sua alimentação. E não se esqueça: as melhores embalagens para conservarem as características do produto são as de aço inoxidável, de vidro escuro ou de cerâmica.

– O azeite é de difícil digestão. Falso
Bem pelo contrário. O azeite digere-se bem melhor do que qualquer outra gordura e acelera as funções metabólicas. Mas as vantagens do azeite não se ficam por aqui: esta gordura é altamente recomendada durante o período de gestação porque ajuda no desenvolvimento cerebral do feto.

– O azeite previne o envelhecimento precoce. Verdadeiro
Sabia que o azeite é rico em vitamina E? Ajuda também o sistema imunitário em geral, aumentando de forma notável a sua capacidade de proteção das doenças e infeções. O azeite aumenta, ainda, a resistência física, ajuda a evitar doenças degenerativas como a artrite e previne a perda de memória. Já dizia Thomas Jefferson, o terceiro presidente dos Estados Unidos da América e um dos autores da Declaração da Independência americana, que o azeite é “o presente mais rico dos céus”. 

Estes são apenas alguns dos mitos e realidades sobre o azeite. Conhece mais alguns? Partilhe-os connosco!

Gostou do que leu?







0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta