O dia em que o nosso azeite de 2014 nasceu

Longos têm sido os dias na Quinta do Prado! Despertamos cedo e rapidamente a equipa Acushla se organiza para iniciar mais uma jornada de trabalho.

Acompanhados por uma névoa e frio matinais, tão característicos de Trás-os-Montes nesta época do ano, dirigimo-nos para o campo e iniciamos a colheita. Cada oliveira tem uma história, e quando, de repente, o braço do tractor a envolve é como que se nós próprios estivéssemos a abraçar a sua história.

Vibramos o suficiente para ver o fruto soltar-se da árvore. Ao olhar as azeitonas de cor verde e brilhante estamos certos de que dali sairá um néctar maravilhoso.

De talhão em talhão o camião vai enchendo. É  chegada a altura de voltar ao lagar para descarregar a azeitona. Enquanto uns continuam no campo, outros têm já tudo pronto para a recepção do fruto. É este o nosso trabalho de equipa, a nossa sintonia, para que o tempo decorrido entre a apanha e o inicio da transformação seja o menor possível.

É assim que asseguramos a excelência do nosso azeite virgem extra, é assim que asseguramos a produção de um dos melhores azeites do mundo.

A azeitona é então descarregada no tegão de recepção e passa para a fase da lavagem. É quase um banho “vichi” seguido de uma “massagem” para remoção de alguns paus e folhas mais persistentes 🙂

Depois de limpa, a viagem da azeitona continua. Segue então para o moinho de martelos onde é triturada e transformada numa massa. Esta massa é posteriormente batida na termo batedora durante cerca de 40 minutos, a uma temperatura sempre abaixo dos 25º (extracção a frio).

Neste momento, o ar que se respira no lagar tem o cheiro inconfundível do nosso azeite: verde, intenso, único. Os nossos sentidos estão mais despertos do que nunca e respira-se a ansiedade de ver o Acushla sair.

Este momento é tão nosso, tão sentido, tão especial que a equipa está agora junta no lagar para ver o Acushla 2014 nascer! E quando nasce é o orgulho que vem à flor da pele, o orgulho de sentir que ali está parte de cada um de nós.

É uma magia que se renova. É a paixão do Acushla!

Resumo apanha FB resized 600

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta